sobre a taturana

A Kinoarte, assim como boa parte do cinema independente contemporâneo, vivencia diariamente uma saudável contradição: ao mesmo tempo em que buscamos nos organizar, criar projetos, estabelecer uma certa ordem que nos ajude, também buscamos a expressão livre, o tom informal, a visceralidade que encontramos na vida e tentamos reproduzir em nossos trabalhos. A taturana nasceu nesse contexto: uma revista que não somente discute cinema por meio de uma linguagem racional, comentários ensaísticos, críticos e referenciais, mas uma publicação que possa atingir o leitor por outros meios também – principalmente aqueles que evoquem uma certa sensorialidade, um tom subjetivo, ilógico (a linguagem possível antes da razão). Não se trata de uma revista factual, informativa, que tem como meta informar o seu leitor. A proposta é exatamente o oposto: como dizia Bresson, “só as formas educam”. O nosso tema é a linguagem. Não somos críticos – e, sim, pessoas que gostam de escrever sobre filmes e obras que nos dão prazer.  É essencialmente uma revista de realizadores, que pensam e vivem a revista como se fosse um filme (nova jornada ao desconhecido). Foi nesse contexto que a revista foi criada em novembro de 2007 e que em agosto de 2009 passou a ser trimestral, graças ao Pontos de Mídia Livre, edital do Ministério da Cultura. O projeto gráfico, os textos, a linguagem da revista são múltiplos e variam de acordo com o tema, com o que estamos vivenciando no momento. O resultado após dez edições, mesmo irregular, preserva uma característica da nossa irmã biológica/fonte inspiradora: você pode não gostar de uma taturana como um todo, mas invariavelmente ela te queima! (Rodrigo Grota, editor)

PDF das dez edições:

número 10 – setembro de 2012 (em breve)

número 9 – dezembro de 2011

número 8 – março de 2012 (encarte DVD/Blu-Ray Trilogia do Esquecimento) – em breve

número 7 – dezembro de 2010

número 6 – agosto de 2010

número 5 – abril de 2010

número 4 – novembro de 2009

número 3 – agosto de 2009

número 2 – dezembro de 2008

número 1 – novembro de 2007

FICHA TÉCNICA

Editor
Rodrigo Grota

Editores-Assistentes
Artur Ianckievicz
Roberta Takamatsu

Projeto Gráfico

Felipe Augusto
Guilherme Gerais

Produção

Argel Medeiros
Bruno Gehring
Assistentes
Gisele Almeida
Nilo Mortara

Colaboração

Arthur Duarte
Bruno Bergamo
Diogo Blanco
Fábio Augusto
Guilherme Peraro
Katy Kakubo

Onde encontrar
Londrina (Kinoarte – Rua Jorge Velho, 923, Vila Larsen – fone 43 3037 8886)
São Paulo (Livraria do Espaço Unibanco – Rua Augusta)

Contato
revistataturana@gmail.com
+55 43 3037 8886 (Filmes do Leste)
+55 43 9902 2669 (Bruno Gehring)

4 opiniões sobre “sobre a taturana

  1. Maristela Muller em disse:

    olá

    Gostaria de saber se a revista é encontrada nas bancas ou a distribuição é feita por assinatura?

    Onde conseguigo as informações de custo etc…

    Aguardo retorno
    Obrigada

  2. Prezada Maristela Muller,

    Por enquanto ainda não distribuímos a revista nas bancas. A distribuição só é feita por assinatura ou diretamente em pontos de Londrina e São Paulo.

    Para mais informações, nos escreva: revistataturana@gmail.com

  3. Pingback: Adeus ano velho…

  4. Pingback: Revista Taturana | COM.partilhe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: